sábado, 31 de março de 2012

Mi – Fa – Sol – De Coração

E de repente o céu se fez,

O minuto demorou a passar

O destino mudou de lugar ...

Um novo sentimento nasceu ?


Sorriso exuberante,

Despojado,

Violão ao lado,

E suas notas tatuadas, em mim!


Doçura no olhar,

Malicia ao andar,

O toque descuidado e pronto ...


Dó – Ré – Mi – quis, quero, desejo …


A música já intrinseca , fulminante,

Ecoava sútil, hipnotizante!

Frações de segundos, desejos subtis,

Embalos …

Explosões, delirios nos compassos de nós.


Como que ludibriados por um encontro marcado,

As palavras não foram necessárias …


Dó – Ré – Mi de málicia,

Malícia e sensualidade, um absoluto pecado …

Impregnado na melodia do querer.


Seus lábios, ahh os seus lábios, me roubaram de mim!

Me perdi no seu cheiro, me entreguei por inteiro,

Nada ficou no lugar!


Será, que um novo sentimento nasceu?

Deixa estar,

Cantemos , Mi , Fá, Sol … Lá


Luciano Braz

Abraços ...


3 comentários:

Ângela Coelho disse...

Muito lindo o poema e esta cantora é maravilhosa. Parabéns pela escolha.
Beijos.

Anônimo disse...

Por acaso o violão era preto? amei esse Mi de Malícia.

Nasceu?

Ana Gaúcha _Professora disse...

Melodia Lindaaaaaaaaaa!!!

SAUDADESSSSSSSSSSSSSSSS!!!!

bjs