sábado, 22 de janeiro de 2011

QUASE

Quase !

Quase que eu me expresso ...
Já pensou o sucesso?

Quase que chego há algum lugar!











O ULTIMO ADEUS

Quanto tempo demora-se
Para esquecer um amor?
Quanto pranto, sangue
Dor lancinante e, no entanto

Ainda em meu ser é uma constante
Olho pros céus e imploro a Deus
Quanto tempo ainda terei que esperar
Depois do nosso ultimo adeus?

Pra que este sentimento enfraqueça
E enfim esmoreça frente aos olhos meus?
Neste desespero minha ultima atitude
É algo bem mais rude

Do que o exaspero das reações
Em função de tantas sofreguidões
Deposito agora o livro dos nossos versos
Que outrora construíram nossos universos

Emolduraram as nossas vidas
Deixando-as tão coloridas
Em uma cova distante e fria
E escrevo sobre a lápide sombria

“Aqui jaz todo meu imenso amor

E toda a nossa poesia.”

©Siomara Reis Teixeira




“Fazemos homens sem peito (emoções) e esperamos deles virtude e empreendimento. Rimos da honra e ficamos chocados quando achamos traidores em nosso meio. Castramos o animal e exigimos que ele seja fecundo”
(Clive Staples Lewis,escritor irlandês, 1898-1963).


Quando se mergulha em águas turvas, quase nada se vê. Vivemos em um tempo de contradições. Elegemos políticos desonestos e esperamos que façam leis justas. As decisões que beneficiam a poucos e prejudicam a muitos, são acordadas na calada da noite. Todos se calam diante das CPI’s que acabam porque o corporativismo impede que sejam investigados os “compadres”. A nação pára diante de um caso comovente e ignora a nomeação de gestores comprometidos com a falsidade, de parlamentar que responde a processos eleito para presidir “conselho de ética” e assim por diante. A palavra “família” está perdendo sua referência. Estas são as sementes que estamos lançando hoje, imagine que frutos darão amanhã. Pensando em tudo isto me deparei com a pergunta de o que fazer? Cheguei a conclusão de que posso começar arrumando a minha vida, minhas ações, minha atitudes, pessoais, profissionais, sociais …
Na vida real os super-heróis tem que tirar as mascaras, a transformação de uam história vem de dentro pra fora. Sendo assim digo adeus ao passado e faço de cada respiração um novo sonho de vida.
Que os anjos me protejam!



Amigos (as), agradeço imensamente todo carinho recebido neste últimos meses, foi muito bom contar com tanto carinho, seja qui pela Phôenix T&D, pela SOFTEAD, pelo MINUTO DE QUALIDADE ou até o The Secret My Life. Vocês são uma benção!

( A pedidos em breve o Minuto de Qualidade terá também seu blog, com muita gente boa dando dicas legais)
( Esta no forno também a nova Pagina da Phôenix T&D, com treinamentos on line, certificados e muito mais)

Um Abraço a todos (as)
Nunca esqueçam : Somente o conhecimento garante a Liberdade!



Luciano Braz

10 comentários:

Aleatoriamente disse...

Moço, como vai você?
Sabes que fazes falta e eu senti saudades.
Bom mais um texto maravilhoso para os olhos e o coração.
Some não menino.

Beijinho.
Fernanda.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Luciano
Lembrei de uma frase, de uma música que a Elis Cantava: "quase que fui feliz..."
Acredito que um verdadeiro amor, a gente nunca esquece.
Grande abraço

Rosamaria disse...

Oi, Luciano!
Saudade de ti, guri! Que bom que voltaste e com a qualidade de sempre.
Bjim.

LuCordeiro, disse...

Amigo,que bom te ler e ver que tudo está melhor depois que o mar se revoltou para vc. É isso,rapaz,a vida sempre continua pq o show não pode parar.Qto àquele amor que acaba,deixando saudade,fiz um post justamente sobre isso e quero sua opinião. Não desapareça de novo,hein? Vc faz falta aqui!
bjsss saudosos

Livinha disse...

Quase...
Tanto pode ser traduzido aí meu amigo...
Mas nos quase todos estamos mergulhados, tentando vencer os impecilhos, lutando para o alcance, o estado de ser feliz...

Como está você menino?
Saudades daqui, saudades de ti...

Nas águas turvas o melhor que fazemos é espera-la renovar e ir, na limpidez que n'algum instante haverá de se mostrar...
Acredite, tudo passa e os instantes obscuros logo tbém passará.

Ai, percebeu? Hoje tô meia travada, não sei nem porque, é assim um dia turvo, amanhã o sol virá....

Bjs

Livinha

Majoli disse...

Saudade de você Luciano.
Desejo de ♥ que estejas bem meu querido.
Beijos enormes no teu ♥

Ana Gaúcha _Professora disse...

Arrepiam meus braços
mas quero te falar
para não calar a voz..
se for para rir...ria alto
se for para chorar...não poupe as lágrimas.

Riremos juntos
Choraremos abraçados,amigo
bjs
de Ana Piaia

Lis disse...

O Luciano
que bom ler seu post.
tão real, tão bem escrito , tantos outros precisando ler isso!
Bom demais .
Obrigada da partilha
Fazes falta .

deixo um abraço

Ana Gaúcha _Professora disse...

saudadesssssssssss
guri


"Vivo para florescer
Outros jardins e sem
perceber, o meu se abarrota
de rosas e manacás.
Vivo cada dia como
se fosse cada dia.
Nem o último nem
o primeiro - o único".


Pablo Neruda

bjssssssssssssssssss

Ana Gaúcha _Professora disse...

LUUUUUUUUCIANOOOOOOOOOOOO

Tudo o que é belo tende a ser simples.
Afirmação generalizante? Não sei!
O que sei é que a beleza anda de braços dados
com a simplicidade. Basta observar a lógica
silenciosa que prevalece nos jardins: vida
que se ocupa de ser só o que é.

[Padre Fábio de Melo]

*´¨)
bjsssssssssssssssssssss//
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)

(¸.•´ (¸.•` *